Life Hacks

A carteira não chega para todos os jantares e queres poupar nas contas da casa?

Parceiros Unlimited Future
12 Julho 2022

Ser jovem implica muitas coisas boas e menos boas. Quando se é estudante, entramos numa fase em que queremos crescer a nível pessoal e profissional, o que em muitos casos envolve sair de casa, deixar a família e subsistir com o pouco dinheiro que se ganha ou dado pelos próprios pais.

Como estudante, o normal é sempre ter pouco dinheiro. Se é o teu caso, e não recebes dinheiro de nenhum lado e o pouco que consegues vai para pagar a renda do quarto e para as contas, fica a saber como podes poupar nas despesas de casa, e conseguir “esticar” um pouco mais o teu orçamento para o lazer.

A Selectra, especialista na comparação de tarifas de energia, água e telecomunicações, em parceria com a Inspiring Future, elaborou um guia com algumas dicas para que tu, como estudante, possas começar a poupar.

 

Na universidade

Alojamento

Se tiveres que sair da casa dos seus pais para iniciar os estudos universitários, a maior despesa que vais ter é com o alojamento. A questão é que podes colocar é: “residência universitária ou alugo um apartamento com amigos?”

O bom da residência universitária é que conheces muitas pessoas, e é ideal se vais para uma cidade onde não conheces ninguém. Além disso, normalmente nas residências o valor da mensalidade já inclui as contas, pelo que não tens de ter que te preocupar com as contas de água, luz e outras despesas. Se tiveres sorte da residência ficar perto do teu campus, nem vais precisar de te preocupar com o transporte. Se optares por alugar um apartamento com amigos, faz bem a comparação, e com os gastos essenciais, vê qual das opções podes poupar mais.

Ao procurar um apartamento, o mais importante é que conheças os teus colegas. É importante que partilhes o apartamento apenas com estudantes. Se decidires partilhar um apartamento com trabalhadores, é provável que possa existir algum problema de convivência. O importante na hora de escolher o apartamento é a localização, a distância da universidade, e da zona de festa (sabemos que esta altura da vida é propícia a isso!). Por vezes compensa pagar menos pelo apartamento e ficar um pouco mais longe.

 

Transporte

Vais ter momentos de muitas idas e voltas o dia todo… Talvez não no primeiro ano, mas com o passar dos anos acabas por ter aulas de manhã, outras à tarde, estágios, horas de laboratório... imagina se tiveres que desocar-te a campus diferentes.

Ao escolher a casa é importante saber como se está bem conectada à tua universidade, se podes ir de autocarro, comboio ou metro. Confirma quanto custa o passe mensal, e lembra-te que podes solicitar alguns descontos que as empresas aplicam em função da idade ou da condição de estudante. O transporte público é muito mais barato do que ter um carro próprio. Hoje em dia, só precisas do carro para situações pontuais. Existem muitas empresas de partilha ou aluguer de carros onde podes usufruir de um carro taxado ao dia ou ao minuto.

A melhor alternativa para ir à universidade é de bicicleta. Além de ser o mais barato, também permite que faças exercicio. No google maps podes ainda ver se existem ciclovias da tua casa até à universidade.

 

Livros

Vais precisar de uma grande quantidade de bibliografia para determinadas disciplinas. O que não significa que tenhas que gastar tanto dinheiro na compra de livros. A forma que tens de poupar é tirar fotocópias, ou melhor ainda, usar os livros da biblioteca da universidade.

 

Software e outros programas

Depois de iniciar a universidade, precisarás de certos programas de informática e software no teu computador para poder fazer os trabalhos ou simplesmente tornar a tua vida mais confortável. Pagar pela licença de todos os programas no teu computador pode ser muito caro, pelo que um ponto chave para poupar dinheiro como estudante é usar software livre. O software livre não é ilegal, está disponível gratuitamente para todos os alunos e pode desempenhar as mesmas funções dos programas pagos. No entanto, alguns têm limite de tempo, é uma questão de te organizares.

 

Estilo de vida

Quando estás na universidade, estudar não é tudo, é o melhor momento para sair e conhecer pessoas, fazer amigos para a vida, fazer viagens e muito mais. É o momento em que se tem tempo para fazer tudo, mas que, ao mesmo tempo, falta dinheiro. Aqui estão algumas dicas para que a tua carteira não aguente os planos com amigos:

 

Comida

Comer fora ou pedir comida em casa pode ser um grande custo mensal. Organize-te para preparar as refeições em casa e leva um tupperware com o almoço e lanche para a universidade para evitar o gasto de dinheiro no refeitório. Não precisas cozinhar todos os dias, podes preparar mais comida que chegue para alguns dias.

Os supermercados têm preços diferentes, e por isso deves fazer uma lista das tuas compras habituais e comparar os preços dos produtos em cada supermercado. É uma forma de poupar dinheiro. Por vezes há pouca diferença entre preços, mas que tudo junto faz a diferença.

As frutas e vegetais geralmente são mais baratas se comprares por peso, em vez daqueles que vêm pré-embalados.

Leva os teus sacos sempre que fores às compras, e assim evitas ter de pagar por isso.

 

Faturas dos serviços da casa

Ao ires morar para uma casa, mesmo que seja partilhada, inevitavelmente vais ter de contratar energia, água e internet.  São serviços basicamente essenciais e que fazem parte do dia a dia. Por vezes existem algumas alterações contratuais que deves ter quando chegas a uma casa, como por exemplo uma alteração de titularidade da água ou da eletricidade. Este tipo de alteração é frequente sempre que os serviços estejam ativados no local  e que estejam em nome de outra pessoa. O senhorio pode assim solicitar-te que faças esta mudança. Se por outro lado, não há luz nem água, apenas deves contratar ambos os serviços e automaticamente serás tu ou alguém, o novo titular dos contratos.

Quando tiveres os contratos celebrados, apenas tens de ter atenção e aplicar medidas para poupar eletricidade e água de todas as formas possíveis:

 

Poupar energia:

  • Desligar as luz sempre que não forem necessárias;
  • Desconectar todos os aparelhos das fichas elétricas evitando o stand by;
  • Troca as lâmpadas antigas pelas LED, pois estas consomem menos energia;
  • Se precisares comprar algum eletrodoméstico, escolher sempre aqueles com classificação energética A. Podem ser um pouco mais caros, mas ajudam a que tua fatura da luz seja mais baixa;
  • Evita usar o ar condicionado, no verão é o responsável pelas contas altas. Por vezes é complicado evitar ligá-lo pelo calor que se sente. Mas o importante é que tenhas um tipo de ar condicionado que seja eficiente.
  • Faz download das apps de controlo de consumo disponibilizadas pelas empresas de energia.
  • Envia as leituras da eletricidade e água aos fornecedores. É uma forma de controlar o consumo e evitar que se pague consumos estimados, isto é, consumos que possam não ter ocorrido.O acerto é sempre feito quando existe uma leitura real enviada, mas até lá, tens dinheiro “retido” que pode fazer falta para outras coisas, como pagar passe de transporte ou até para aquela festa que estás à espera à meses.
  • Certifica-te que tens a potência ideal contratada e que a tarifa de energia que tens é a correcta.

 

Poupar água:

  • Fecha sempre as torneiras quando não necessites;
  • Enche sempre a máquina de lavar roupa, e não as uses a meia carga. O mesmo para a máquina de lavar loiça;
  • Aproveita a água fria que sai quanto esperas pela quente, para limpar a casa. Já imaginas os litros que não poupas? Se queres uma conta de água mais barata, já sabes…
  • Não deites nada no autoclismo, pois isto faz com que uses mais descargas;
  • Opta sempre pelo duche em vez de encheres a banheira,

Fica a saber ainda que a Selectra, empresa consultora neste setor, pode ajudar-te na celebração de contratos de energia, água e telecomunicações, como a fazer as alterações de titularidade dos serviços. O serviço é feito pelo telefone e de forma totalmente gratuita.

 

Fazer compras

Ir às compras pode ser muito caro se és um comprador compulsivo. Antes de comprar algo pergunta-te a ti mesmo: “realmente preciso desta camisa que só vou usar uma vez na vida?”

Podes poupar dinheiro se fizeres as tuas compras em lojas de roupas de segunda mão ou em mercados. Estás na faculdade, podes usar o estilo que quiseres.

Verifica as tuas lojas online favoritas. É cada vez mais comum as marcas oferecerem melhores preços, ofertas e promoções online e que não existem na loja física. Lembra-te também que em muitas lojas podes ter um desconto de estudante para poupares alguns euros.

 

Subscrições mensais

Os serviços como a Netflix, Spotify e outros são realmente acessíveis… Mas cuidado com os gastos mensais. Antes de contratar um serviço, avalia se realmente vale a pena e se precisas mesmo. Mesmo que sejam apenas 4 ou 5 euros cada no final do mês, quando somas tudo, o valor tem a sua importância.

Antes de contratar o que quer que seja, aproveita o período de teste gratuito oferecido para descobrir se é realmente o que procuras.

Inscreve-te no ginásio se realmente fores! Às vezes é impossível encontrar motivação para ir a semana toda. Arranja um parceiro para ir contigo pois é a melhor maneira de te manteres motivado, e não gastas dinheiro em vão. Se a tua universidade tem ginásio, informa-te das tarifas, que à partida são mais reduzidas.

Outra grande parte da despesa mensal é a tarifa móvel. Todos sabemos que as operadoras de telecomunicações só se preocupam em ter novos clientes, pelo que não tenhas medo de mudar de companhia se te dão um serviço mais barato. Na verdade, uma vez que os contactas para cancelar o serviço porque conseguiste uma melhor, acabam por oferecer-te o mesmo preço ou uma proposta melhor.

 

Sair à noite e festas

Como poupar dinheiro na faculdade se sais quinta, sexta, sábado e domingo? É impossível.

Podes optar por sair depois do jantar, e assim só terás de te preocupar com as tuas bebidas e não com o jantar. Se quiseres jantar com amigos, de vez em quando pode ser uma boa opção fazer o jantar em casa e entre todos, dividir a despesa: fica mais barato que se fores ao restaurante e ainda pode sobrar para levares no dia seguinte para o teu almoço.

Não saias diretamente para os bares! Uma boa maneira de poupar dinheiro, é reunir os amigos em casa e sair mais tarde. Lembra-te que quanto mais tempo passas em casa, menos gasto terás.

Todos estes conselhos podem ajudar-te a poupar dinheiro como estudante. E mesmo que não consigas poupar dinheiro, ao menos que não o gastes de forma descontrolada para que chegue até ao fim do mês. Sabemos que a universidade é uma etapa importante, de realização pessoal e profissional e que conciliada com diversão e lazer, pode ajudar a poupar bastante dinheiro.

 


DEIXA UM COMENTÁRIO