Life Hacks

“Burnout” o fenómeno dos altos cargos de gestão que está a atingir os universitários!

Editor Unlimited Future
2 Junho 2020

Segundo um estudo realizado pelo investigador João Marôco, metade dos alunos do Ensino Superior estão em burnout.

Antes de avançarmos com esta questão, vamos primeiro perceber o que é este fenómeno exatamente e o que ele implica.

 

O que é o Burnout e de onde vem?

É classificado pela Organização Mundial de Saúde como um fenómeno ocupacional. É caracterizado por um estado emocional, mental e físico de exaustão profunda.

Estudos recentes apontam para um impacto muito mais severo, tanto no cérebro, como no equilíbrio hormonal ou na fisionomia corporal

Este fenómeno é associado com trabalhos muito exigentes e com muita responsabilidade, sobretudo com atividades que implicam níveis de stress elevados e prolongados no tempo.

 

Há quem defina o Burnout como um saco cheio de pequenos problemas e desilusões, saco esse que acaba por rebentar por incapacidade lidar e escoar o problema por parte do corpo e do cérebro.

 

Quais são os sintomas e consequências?

Os sintomas são semelhantes aos de uma depressão. As pessoas em burnout são caracterizadas por exaustão emocional e psicológica, cinismo, negativismo e distanciamento relativamente ao elemento stressante ou ainda um decréscimo agudo na eficiência dessa atividade.

No artigo de Alexandra Michel, no Psychological Science, é referido que há estudos que indicam alterações ao nível da fisionomia da amígdala e, portanto, pessoas nesta situação, têm mais dificuldade em nivelar as emoções negativas. O stress constante e acumulado pode também gerar uma diminuição nas capacidades cognitivas devido às alterações que provoca no córtex frontal.

 

O que é que se concluiu do estudo feito a cerca de 1066 estudantes universitários?

Que existe uma descrença na utilidade que o curso tem para a sua vida e para o Futuro. Se juntarmos isto à excessiva carga horárias, o stress das despesas e da necessidade aparente de tirar classificações elevadas para a entrada no Mercado de Trabalho, temos a receita perfeita para Burnout.

É o que diz o investigador, que chegou à conclusão que cerca de 52% dos estudantes universitários estão exaustos.

 

Vê o nosso artigo sobre "Dicas para evitar o Burnout!"


DEIXA UM COMENTÁRIO